quinta-feira, 16 de abril de 2015

Promessas de Ano Velho

Como vocês vão ver abaixo, esse post tá sendo postado agora, mas ele pertence a Fevereiro, ou antes disso. Está bem incompleto, mas quanto mais tempo ele ficar guardado, mas o sentido vai se perdendo.
Então lá vai, antes tarde do que mais tarde.

(Em algum momento ele será terminado)






Ainda é Fevereiro (ou já é Fevereiro), então deduzo que o assunto que estou afim de falar é totalmente permitido.
Fora que o Carnaval nem chegou ainda, então é super permitido.

Tá liberado falar? Se não tiver vou falar mesmo assim!


Esse texto eu venho planejando escrever desde Novembro provavelmente (não vou falar que foi antes disso, senão fica feio pro meu lado!) e simplesmente não consegui escrever de jeito algum, mas tem algo em 2015 que já tá colaborando muito (mentira, nem tanto assim) para a minha criatividade.
Então vamos lá...



Qual é a das promessas de ano novo? Sério! Aquela coisa de 'ano novo, vida nova'...
Te juro que o me obrigou a pensar nisso foi uma camiseta da C&A, com uma frase tipo: 'O ano não vai ser novo se você for o mesmo' ou algo próximo disso.

Não posso falar muito sobre isso, porque eu, essa que vos escreve faz isso todo ano.
Todo ano que esta prestes a começar, lá estou eu na praia (sem pular as ondas, porque ninguém merece isso), com aquela centena de fogos explodindo acima, todos se abraçando e derrubando champagne na roupa, dando beijinhos, gritando e jogando os braços pra cima... Lá estou eu olhando pro mar, com a mesma cara de pão de queijo de sempre, prometendo pra mim mesma que aquele ano com certeza vai ser melhor e que dessa vez tudo vai funcionar. Mas sabe o que acontece? O ano é exatamente igual ao anterior, se não igual, bem parece no mínimo.

Mas por que isso? Por que sempre nos prometemos tanta coisa e tudo acaba sendo igual?

Acho que a camiseta da C&A tinha razão, porque nós continuamos a mesma coisa.
É nessa que entra uma frase bem bicha e bem conhecida de Tumblr...


Faz sentido? Acho que faz bastante sentido.
Estamos sempre reclamando que as coisas estão ruins, que nada acontece, que ta tudo errado, mas talvez isso se deva ao fato de fazermos sempre a mesma coisa. Os mesmos erros.

Se você vive todos os dias do mesmo jeito, dificilmente eles irão mudar.
E quem sou eu pra falar sobre isso?

Sou a moça dos bons conselhos e que nunca os segue. Não que minha vida seja repleta de reclamação ou algo do tipo (ok, tem dias que pareço um velho de 90 anos com reumatismo, mas quem nunca né?), mas eu me questiono com frequência porque as coisas insistem em continuar igual, quando o que mais preciso é que elas mudem.
Talvez se deva pelo fato de fazer a mesma coisa um bocado de vezes e ficar esperando resultados diferentes.

Eu gosto da minha vida rotineira, imutável e erradinha do jeito que ela é, porque ela me trouxe as pessoas que eu precisei, quando eu precisei e eu nem sabia que precisava. E ela continua fazendo isso.

Os dias podem até ser sempre iguais, mas é graças a isso que os dias bons ficam na memória.
Mas isso já é assunto pra outro post.

Au revoir,
Jessy

2 comentários:

  1. Falando de frases, que tal esta:
    You can't always get what you want
    But if you try sometimes, yeah
    You just might find you get what you need!
    Dá um post?

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Com certeza dá um post! (:
      Vou trabalhar nisso e veremos como fica!

      Excluir